quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Cultura do Urucum é apresentada a famílias realocadas pela Norte Energia

Cultura do Urucum é apresentada a famílias realocadas pela Norte Energia para os municípios de Uruará e Medicilândia
Cultura do Urucum é apresentada a famílias realocadas pela Norte Energia para os municípios de Uruará e Medicilândia
Em evento organizado pela Coomavur através de seu presidente, Cirilo Nicolodi, a Norte Energia Através da Ates (Assistência Técnica Socioambiental) apresentou a cerca de 20 famílias de Uruará e Medicilândia a cultura do Urucum. Essas famílias viviam na área de impacto direto da Barragem de Belo Monte e receberam uma carta de crédito para serem realocadas para os referidos municípios onde adquiriam sítios para se restabelecerem.
 
As famílias remanejadas da área de influência da barragem foram realocadas em 8 municípios da região e nesta quarta-feira em Uruará as cerca de 20 famílias passaram a conhecer a cultura do Urucum como sendo uma interessante atividade agrícola a ser adotada pelas famílias.
 
O evento ocorreu as margens da Transamazônica, a 5 km do centro urbano, num clube particular.
Solange Tóla e Joabe Reis 
Nós conversamos com a Suprvisora de Assistência Técnica, Solange Tóla, que falou sobre as atividades do dia. “Os projetos relacionados na questão da implantação da Usina de Belo Monte que, eles prevêem para os agricultores que foram realocados e tudo mais, um trabalho de assistência técnica, social e ambiental por um período de 3 anos, para que no local onde eles se estabelecerem eles consigam realmente se fixar e se estabelecer como agricultor familiar, produtivo, viável em que ele consiga uma qualidade de vida melhor até do que a que ele tinha na origem, dentro disso a gente trabalha com eles todo o gerenciamento dentro da propriedade e em vários momentos a gente organiza eventos apresentando possibilidades, alternativas pra que sejam introduzidas novas práticas de cultivo dentro da propriedade e assim possa se trabalhar com diversidade garantindo a sustentabilidade da família e ambiental também, no caso aqui hoje a gente vai estar trabalhando com o urucum, que é uma cultura que está em franca expansão. Aqui na região ela já tem aberto algumas frentes, visitaremos uma propriedade onde há o plantio consolidado do urucum, vamos apresentar para essas 20 famílias de agricultores essa alternativa pra eles discutam, vejam a viabilidade de ser implantada nas suas propriedades e que caminho que a gente vai encontrar para que isto aconteça”, finalizou.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Livro Deserto da Alma conquista as jovens

Mirelle Oliveira ao lado do escritor Joabe Reis
Publicado em julho de 2014 pela editora Kiron o livro Deserto da Alma do autor Joabe Reis conquistou a jovem, Mirelle Oliveira, moradora da zona rural do Município de Uruará, que adquiriu o livro na segunda-feira, 24 de novembro. Mirelle Oliveira é uma bela jovem de 16 anos que adora ler.

"De minha autoria, escritor Joabe Reis, o livro Deserto da Alma está a venda pelo telefone e whatsapp 093991872751. Peça já o seu exemplar"!

Rozalina Aguiar
O romance Deserto da Alma tem 204 páginas é uma leitura super recomendada para toda a família, com muita ação, mistério, paixão, suspense e drama, numa história que trata da fé cristã e de temas cotidianos.

Outra jovem que também já adquiriu e leu várias vezes o livro Deserto da Alma a leitora, Rozalina Aguiar, do estado do Maranhão, que adquiriu também o livro Um Louco Desejo, também de autoria do escritor Joabe Reis publicado em 2004. 
Adquira os livros do autor você também ligando para o telefone ou whatsApp 093991872751. 


O livro Deserto da Alma também está a venda pelo site http://www.editorakiron.com.br/livraria/catalogsearch/result/?q=deserto+da+alma

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Uma Estrela no Meio do Jardim

Poesia 
 Autor escritor Joabe Reis


Um encontro como nos sonhos fantasiara minha mente
Como se um anjo inclinasse a saciar minha ávida loucura
Tão Bela Serena e Pura, de sorriso inocente
Com um encanto singular de inefável formosura

Doces palavras Jorram seus lábios e a mim só faz bem
Sua ternura altruísta envolveu meu coração dilacerado
O universo inteiro morreria por sua divina raridade que só você tem
E o meu corpo vive por sua beleza, aficionado

No crepúsculo do meu viver iluminou-me o teu brilho
Você tem poder, sabia?
Reascendeu a chama que se apagara em meu caminho
Sua existência é presente que o meu ser não merecia

A perfeição da natureza repousa sobre ti
Fascinante e esplendorosa
Entre Orquídeas, Tulipas e Rosas
Você é Uma Estrela no Meio do Jardim

sábado, 15 de novembro de 2014


A Proclamação da República Brasileira ocorreu no dia 15 de novembro de 1889, na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império. É por isso que, nesse dia, celebra-se esse acontecimento, sendo decretado feriado em todo o território nacional. O processo de instauração do regime republicano no Brasil teve como antecedentes: as várias crises institucionais que o reinado de Dom Pedro II sofreu ao longo das décadas de 1870 e 1880 e as manifestações ideológicas que permearam esse mesmo período.
Então em 15 de novembro de 1889, o marechal Deodoro da Fonseca promoveu a Proclamação da República do Brasil, pondo fim ao período imperial e instaurando no país um novo sistema de governo - a República Federativa.
Mas os ideais republicanos não nasceram neste período. Começaram a mobilizar a opinião pública desde 1870, com o fim da Guerra do Paraguai. Ao movimento abolicionista anexaram-se a propaganda republicana e as inquietações do setor militar, fortalecido pelo êxito na guerra.
O Manifesto Republicano, lançado no Rio de Janeiro no final de 1870, defendia um regime presidencialista, representativo e descentralizado.
As campanhas republicana e abolicionista caminharam paralelamente, e a abolição representou um golpe fatal para o Império, que perdeu o apoio dos escravocratas.
Uma conspiração entre as camadas urbanas, os fazendeiros paulistas e o exército desembocou no golpe militar que proclamou a República.

Já são 125 anos de República.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Aumenta revolta dos servidores da educação em Uruará

Aumenta revolta dos servidores da educação em Uruará após justiça declarar greve ilegal
Os servidores da educação no município de Uruará em greve desde o início do mês após corte salarial drástico, quando o poder executivo mexeu no Plano de carreira e remuneração da educação. A categoria fazia uma manifestação em frente a Câmara de Vereadores nesta sexta-feira, 26, pedindo o afastamento do prefeito municipal quando foram notificados da decisão da justiça em declarar ilegal o movimento de greve. Imediatamente a categoria com o apoio da população se encaminhou para Fórum e ocuparam o prédio.
 
O Sintepp diz que vai recorrer da decisão. Uma reunião com representantes da categoria foi agendada pelo Juiz titular da Comarca de Uruará marcada para acontecer a partir das 16 horas desta sexta-feira. Os servidores da educação prometem fazer um movimento de protesto ainda maior caso a decisão do juiz for mantida, a categoria considera uma segunda apunhalada nas costas, já que até esta quinta-feira a greve vinha sendo considerada legal.
O município de Uruará, prefeitura, ingressou com uma Ação Civil Pública a fim de fosse declarada a ilegalidade da greve instaurada pelo Sintepp, com pedido de liminar para retorno imediato de todos os professores municipais. O juiz concedeu liminar favorável a prefeitura.
 
Na decisão interlocutória o juiz titular da Comarca de Uruará, Vinícius de Amorim Pedrassoli, diz: Gizadas as razões de decidir, com amparo no art. 273, inc. I do CPC Acolho o pedido de antecipação dos efeitos da tutela pretendido na inicial e determino:
A suspensão dos efeitos do Plano de Carreira e Remuneração do Magistério do Município de Uruará;
Prazo de 90 dias para que o Poder Executivo encaminhe no Plano para votação na Câmara Municipal livre das nulidades apontadas acima e previstas na LRF, que seja compatível com o orçamento da educação e com os limites de gastos com o pessoal da lei de responsabilidade fiscal;
Que até a aprovação do plano, o município efetue o pagamento dos professores da forma como efetuou neste último mês de agosto, a fim de evitar novas surpresas aos servidores, principais prejudicados com as recentes medidas adotadas;
A suspensão da greve dos professores até aprovação do novo plano de carreira e remuneração, com imediato retorno às aulas e apresentação de cronograma de reposição, sob pena de multa diária em face do Sintepp de R$ 10.000,00 e multa diária de R$ 3.000,00 em face dos líderes sindicais relacionados na inicial vinculados ao Sintepp.




Uruará: Servidores e população voltam a fazer manifestação

Servidores e população voltam a fazer manifestação pedindo afastamento de prefeito em Uruará
Nesta sexta-feira, 26, centenas de servidores e população foram para frente do prédio da Câmara de Vereadores de Uruará pressionar os vereadores a cassarem o prefeito do município, em mais uma manifestação que vem ocorrendo há cerca de 15 dias no município depois que o executivo municipal efetuou um corte entre 30% e 40 % no salário dos servidores.
As manifestações são coordenadas pelo Sintepp Subsede Uruará. Nesta sexta os manifestante pretendiam pressionar os vereadores durante a sessão da Câmara, mas a sessão ordinária acabou não acontecendo por falta de vereadores, se apresentaram na Câmara apenas seis vereadores dos treze que o município tem, e não deu quórum, inviabilizando a sessão que não aconteceu.
Do lado de fora da casa de leis municipal os manifestantes gritavam suas exigências, entre elas o afastamento do prefeito municipal. 
A Câmara de Vereadores abriu uma CPI para apurar possíveis irregularidades no corte dos salários dos servidores, mas isto parece que já não satisfaz aos trabalhadores nem a população.
Desde o início do mês de setembro a educação está paralisada no município com a greve dos professores da rede municipal de ensino que continua.

Curva da morte faz vítima fatal na Transamazônica

Curva da morte faz vítima fatal na Transamazônica próximo a cidade de Medicilândia
Curva da morte faz vítima fatal na Transamazônica próximo a cidade de Medicilândia
Por volta das 6 horas desta sexta-feira, 26, um acidente entre um caminhão carregado de madeira serrada e um carro Fiat fez uma vítima fatal numa na Transamazônica, próximo a cidade de Medicicilandia, no trecho há um curva perigosa, o carro Fiat ficou destruído e o motorista ficou preso nas ferragens morrendo no local.
O corpo de bombeiros foi acionado para remover o corpo do motorista, o trânsito ficou lento no local e muitos curiosos apareceram para ver o acidente. O motorista do caminhão teve ferimentos leves e foi conduzido para a delegacia de polícia.
Na terça-feira, 23, um microônibus de transporte escolar do município de Medicilândia acabou capotando na mesma curva quando retornava para a cidade depois de deixar em suas casas os alunos que transportava. O motorista teve ferimentos leves.
 Acidente de Terça, 23
Tanto motoristas quanto ciclistas devem ter atenção redobrada ao passar pelo trecho, optando sempre por reduzir a velocidade a fim de evitar acidentes.
Com colaboração de Carlos Silva
Fotos: Alex Divulgações

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Eleições 2014 em Uruará

Preparação de urnas eletrônicas ocorre hoje no Cartório Eleitoral de Uruará
Preparação de urnas eletrônicas ocorre hoje no Cartório Eleitoral de Uruará
Teve início às 9 horas desta quinta-feira, 25, no Cartório eleitoral de Uruará, a preparação das urnas eletrônicas que irão ser utilizadas nas eleições do dia 5 de outubro no município de Uruará.
Estão sendo preparadas as urnas das 86 sessões de votação que há no município, mais 5 urnas para justificativas e 12 urnas de contenção, que ficarão de reserva.
Todas as urnas são preparadas pela equipe do cartório eleitoral de Uruará, no dia 18 foi realizada a geração de mídia e nesta quinta-feira está sendo feita a introdução das mídias geradas, com os dados dos candidatos e dos eleitores, nas urnas eletrônicas, são feitos testes e lacre das urnas.
Fiscais de partidos, promotor de justiça e juiz de direito acompanham o trabalho. A preparação das urnas segue até as 21 horas. 

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Câmara instaura CPI para apurar irregularidades do executivo municipal


Uruará: Sob forte pressão da população Câmara instaura CPI para apurar irregularidades do executivo municipal
Na sessão da Câmara de Vereadores do município de Uruará desta sexta-feira, 19, com o plenário lotado de educadores, agricultores e população da cidade, os vereadores presentes aprovaram a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar irregularidades do executivo municipal no caso do corte salarial dos professores concursados da rede de ensino do município, dos 13 vereadores que tem o município 12 compareceram a Cessão e assinaram a abertura da CPI, o vereador Zenilson Negão, Macedo, Gilmar Milanski, Luiz Macedo, Jackson, Rodoaldo, Joãozinho, Manoel Ribeiro, Gedeon, Valdeci Terra, Buxudo, Silvestre, estando ausente o vereador Edson Boca Preta.
 
A decisão de apenas abrir uma CPI frustrou os milhares de manifestantes que estavam do lado de fora da casa de leis que pediam pela cassação do prefeito municipal.
O trânsito foi interrompido na Avenida Perimetral Norte. Uma área de isolamento foi montada pela polícia afastando os manifestantes do prédio da Câmara, um cordão de policiais da tropa de choque foi montado na entrada do prédio.
 
Pela primeira vez na história a tropa de choque foi chamada para coibir manifestantes o para qualquer outra atividade no município. A revolta da população é refletida nas palavras do trabalhador Lucio Mauro e do morador do Distrito alvorada, Cícero. "Não podemos aceitar o que está acontecendo, queremos a cassação do prefeito".
 
Aprovada a abertura da CPI da Educação agora a presidência da casa irá definir quais serão os vereadores que farão parte da Comissão, em seus discursos na tribuna os vereadores Luiz Macedo, Gilmar Milanski e Zenilson Negão, solicitaram a presidência da Câmara a partição dos mesmos na CPI.
 
Na saída dos vereadores no término da Sessão houve um princípio de tumulto e a tropa de choque chegou a ir para o confronto com a população.




quarta-feira, 17 de setembro de 2014

População de Uruará sai às ruas em protesto e Palácio das Flores é tomado

População de Uruará sai às ruas em protesto contra a administração do gestor municipal e Palácio das Flores é tomado
População de Uruará sai às ruas em protesto contra a administração do gestor municipal e Palácio das Flores é tomado
Na manhã desta quarta-feira, 17, milhares de uruaraenses saíram às ruas da cidade em manifestação pacífica protestando contra a administração do atual prefeito.
A população carregava faixas e cartazes pedindo a saída do prefeito do cargo.
O gestor municipal desde que assumiu a prefeitura do município só tem desagradado servidores e a população em geral e após um ato considerado ilegal e absurdo pelos educadores que foi o corte de 30% a 50 % nos salários dos professores concursados da rede municipal de ensino a população sai às ruas para protestar, a esperança da população manifestante é que o prefeito seja cassado, os manifestante exigem que seja feita uma CPI para apurar os atos do prefeito quanto ao corte do salários dos professores e exigem também que os vereadores tomem providência.
Cerca de 3 mil pessoas foram as ruas manifestar sua insatisfação.
A manifestação desta quarta-feira é coordenada pelo Sintepp Uruará. Após caminharem pelas principais ruas e avenidas da cidade os manifestantes foram para a frente da prefeitura do município e em seguida tomara o Palácio das Flores.
O prefeito Everton Moreira Vitória, o Banha, não foi encontrado na Prefeitura pra receber os manifestantes nem falar com a reportagem.

sábado, 13 de setembro de 2014

Município de Uruará (PA) comemora 27 anos


Lugar de um povo trabalhador, povo hospitaleiro e solidário. Uruará, município paraense localizado na Transamazônica que neste sábado, 13 de setembro de 2014 está comemorando seus 27 anos de emancipação. Município de agricultura forte, terra do cacau, da pecuária e da madeira, trinca que matem forte sua economia.
Município que cresceu bastante na última década e tem potencial para crescer muito mais.
Em 1987, no dia 13 de setembro foi homologada a emancipação do município que antes pertencia ao município de Prainha e, através das lutas incansáveis dos pioneiros que conseguiram o desvencilhamento e criação do município.
Parabéns Uruará e toda a sua população! 
Hino de Uruará
Letra por José Ribamar Martins Ribeiro
Melodia por José Ribamar Martins Ribeiro

Encanto e beleza sublime
relíquia luzente sem par
Farol entre a selva gigante,
na amazonia do nosso Pará.
Oásis de grande aconchego
sossêgo da luta hostil
Oh, povo bem-aventurado,
bem localizado no nosso Brasil.
(Refrão)
Uruará, Uruará
ordem e progresso, força e riqueza
Está crescendo é do Pará
toda relíquia, toda beleza.
Coroado por belas fazendas
que revelam todo manancial
Que a flux com toda realeza
o café, a pimenta e o cacau.
Te adoramos querida cidade
lutaremos por ti com amor
Com bravura e com fidelidade
com benevolência e bravo fervor.
É ornado o teu céu azulado
pelo reluzente sol do equador,
Teu aroma é puro e saudavél
é mui inefável teu belo verdor.
Te adoramos querida cidade
lutaremos por ti sem cessar
És augusta e vital, consagrada
oh, patria amada. Meu Uruará.


sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Escritor Joabe Reis autografa seus livros em escola Do Distrito Alvorada

Na noite desta quinta-feira, 11, o escritor uruaraense Joabe Reis esteve na Escola José Bonifácio no Distrito Alvorada, km 140, município de Uruará (PA), quando palestrou para os alunos, falando sobre seu recém lançado livro, o Romance, Deserto da Alma, e respondeu a curiosidades dos estudantes sobre como é publicar um livro.
O escritor foi até a instituição atendendo ao convite da professora Elayne Araujo. Muito bem recepcionado por todos da escola, o escritor Joabe Reis ainda provou de uma pizza oferecida pela escola após a palestra e sessão de autógrafos. “Muito bom ter esse contato com o leitor. Estou muito grato por ter recebido esse convite para vir aqui na Escola José Bonifácio, pessoas muito educadas e simpáticas, fiquei muito feliz em autografar os meus livros para essas pessoas que sabem bem valorizar a literatura local”, disse o escritor.
Após a palestra Joabe Reis autografou vários exemplares dos seus livros, Um Louco Desejo e Deserto da Alma numa sessão de autógrafo, bem animada, com muita descontração.
Junto com o escritor estiveram presentes na visa a escola José Bonifácio, a mulher do escritor, Edilene Galvão, e o locutor Célio Santos.
Os livros do autor estão a venda pelo telefone 093 91872751, e-mail: reis_joabe@hotmail.com e www.facebook.com/joabe.reis.5 pra qualquer lugar do mundo.
O livro DESERTO DA ALMA também está a venda na internet acesse o endereço eletrônico http://www.editorakiron.com.br/livraria/catalogsearch/result/?q=deserto+da+alma e compre o seu exemplar agora mesmo.
Você pode comprar, se preferir a versão digital o livro DESERTO DA ALMA é só acessar o endereço eletrônico http://www.editorakiron.com.br/livraria/catalogsearch/result/?q=deserto+da+alma